23 julho, 2007

Foi pouco tempo, mas ainda continua a facturar

“Gostei muito do pouco tempo que estive na política”. António Mexia, à Visão.

Durante anos, António Mexia foi apresentado como o modelo do empresário de sucesso. Liberal e empreendedor, foi um dos primeiros rostos do Compromisso Portugal. Fazia parte de uma nova geração de empresários que nasceu fora das empresas do Estado, diziam. Quando chegou ao Governo, foi saudado como o homem que vinha da sociedade civil. Vale a pena ver o seu currículo para vermos, de perto, quem são esses empresários do “Compromisso” que teimam em dar lições de governação.

Exceptuando o período no Banco Espírito Santo, toda a carreira de António Mexia foi feita à custa de nomeações politicas em empresas participadas pelo Estado. O “pouco tempo” que esteve na política foi o da sua vida profissional. Começou pela assessoria política do Secretário de Estado Comércio Externo, de onde foi nomeado para a vice-presidência do Instituto do Comércio Externo. Depois da passagem pelo BES, foi nomeado pelo ministro da Economia para a presidência da Galp Energia. Em 2004 liga-se a Santana Lopes que o nomeou para uma empresa municipal de Lisboa (a EGEAC) de onde sai para um curto período no Governo Santana. Pouco depois acaba na EDP, mais uma empresa participada pelo Estado.

É este um dos rostos do Compromisso Portugal e que dá entrevistas para nos dar a boa nova de que “temos que tornar-nos numa sociedade menos dependente de terceiros. O Estado deve garantir, precisamente, a liberdade de escolha e essa é uma das questões do Compromisso Portugal”.

Olhando para o seu currículo, cedo se percebe que Mexia é apenas um exemplo dos liberais que criticam o Estado de segunda a quinta-feira, para aproveitar o último dia da semana para firmar proveitosos contractos em que o lucro está sempre garantido. Repugna-lhes a presença do Estado na Economia, mas não sabem viver sem a renda garantida pelos negócios proporcionados pelo mesmo Estado. Lusoponte, privatização das Estradas de Portugal ou o modelo de financiamento do TGV, são apenas alguns exemplos destas parcerias público-privadas em que o risco é sempre assumido pelo Estado (ou seja, pelos contribuintes). A classe empresarial portuguesa é assim. Quanto o Estado garante o lucro são todos liberais. António Mexia é só um exemplo.

3 comments:

Manuel Martinho disse...

Boa noite. É por causa destes artistas que a causa liberal dificilmente chegará a algum lado. Muito bem visto. Cumprimentos.

Anónimo disse...

福~
「朵
語‧,最一件事,就。好,你西.............................................................................................................
..................

disse...

提供google排名产品,包括google排名服务,众多的google排名信息、google排名咨询,尽在google排名网。
角钢货架,万能角钢货架,南京货架
轻型货架,北京货架,托盘包装
中型货架,中量型货架,置物柜
重型货架,重型仓储货架,上海货架
托盘货架,上海货架厂,小推车
横梁货架,横梁式货架,塑胶托盘
阁楼货架,阁楼式货架,货位式货架
密集架,深圳货架厂,推车
悬臂货架,悬臂式货架,广州货架厂
贯通货架,贯通式货架,卡板
通廊式货架,深圳货架,苏州货架
驶入式货架,广州货架,浙江货架
流利条,天津货架,沈阳货架
江苏货架,无锡货架,天津木托盘
杭州货架,宁波货架,熏蒸木托盘
济南货架,青岛货架,蜂窝纸托盘
重庆货架,广东货架,食品托盘
货架公司,成都货架,塑料卡板
货架厂,货架设计,货架设备
仓储货架,货架厂家,货架网
移动货架,移动式货架,货架制造
货架加工,货架配件,生产货架
服装货架,货架制作,销售货架
货架价格,货架图片,展示货架
仓库货架,库房货架,精品货架
图书货架,音像货架,百变货架
物流货架,商场货架,线棒货架
东莞货架,设备货架,不锈钢货架
抽屉式货架,重力式货架,立体货架
模具架,钢平台,档案密集架
超市货架,收银台,超市设备
线棒,仓储物流设备,园林垃圾桶
塑料垃圾桶,上海物流设备,药品柜
分类垃圾桶,物流设备有限公司,陪护椅
垃圾桶,物流设备公司,医用消毒柜