29 janeiro, 2008

Com a saúde não se brinca

Depois de semanas a garantir que o problema não era a política da saúde, mas a má comunicação da mesma, Sócrates cedeu à oposição e mudou de responsável pela pasta. E logo na semana em que Correia de Campos esteve por três vezes na SIC, e deu uma entrevista ao Expresso, a garantir que continuaria no seu lugar até ao fim da legislatura. Ironicamente, foi remodelado na véspera de se deslocar ao Parlamento para apresentar já famoso plano de requalificação das urgências.

Dificilmente o timing podia ser pior para o Governo. Mudar de ministro no meio de uma barragem da oposição, do próprio partido e de uma contestação popular sem precedentes é coisa para tirar o sono a qualquer governante. Mas não havia outra solução. Há muito que o Governo tinha perdido o controlo político e já não havia política de redução de danos que valesse a Correia de Campos. O ministro da Saúde, num certo sentido, teve azar. Porque o problema das populações não foi (só) levarem-lhe o centro de saúde. É que antes já lhe tinham tirado a escola, a GNR, os CTT e o tribunal. Correia de Campos chegou tarde à centralização dos serviços do Estado nos centros urbanos do litoral. Chegou tarde e pagou caro, talvez porque, como diz a Teresa Ribeiro, "com a saúde não se brinca".

Culpa do ministro ou não, há muito que os dados estavam lançados e os recentes casos - como o do telefonema da operadora do INEM para os bombeiros de Alijó - apenas aceleraram o passo. Sócrates pode dizer o que quiser amanhã na sua deslocação ao Parlamento. Hoje teve uma das suas maiores derrotas. Cedeu, em toda a linha, à oposição parlamentar e à ala esquerda do PS, personificada em Manuel Alegre. Que o tenha feito a pouco mais de um ano para as eleições não é um pormenor.

31 comments:

Patricia disse...

É de acrescentar ás vozes discordantes a do PR na sua mensagem de Ano Novo.Contudo não penso que emendar a mão seja uma derrota para o primeiro ministro,se ele não mudasse era teimosia e arrogancia,porque mudou passa a ser um derrotado?

Pedro Sales disse...

Patrícia,

Continuar era casmurrice. Ceder à oposição e, vá lá, ao PR, é uma derrota política. Até pode ser que tudo continue na mesma e a política se mantenha, mas o sinal de desgaste é evidente.

Patricia disse...

Pode ser um sinal de desgaste ou o começo da campanha eleitoral.

Nuno disse...

Pq é será q os reformistas que mexem nos lobbies da saúde, desde médicos até farmácias passando pela indústria de medicamentos e operadores privados de saúde, enfim no status quo, nos interesses instalados,são politicamente assassinados? E com a conivência nojenta dos me(r)dia! A irresponsabilidade das oposições é inacreditável! É muito curto de vistas analisar isto como uma vitória política deste ou daquele! Aqui o importante são os contribuintes e os utentes e não a sobrevivência política deste ou daquele ou os proveitos deste ou daquele sector! Este ministro entendia isso! Que nojo de país de mentalidades tacanhas! Merecemos ficar na cauda da europa. O Marinho Pinto é q tem razão, a corrupção e o tráfico de influências estão entranhadas nas estruturas do estado!

Lino José disse...

Mas o mais curioso é que o criador o SNS, António Arnaud, disse que a reforma do sns não só era correcta como essencial, só que, a percepção que o país tinha dela não era a mais correcta.

Ou seja, os media e as oposições, nomeadamente as demagógicas e trauliteiras, como toda a que se situa à esquerda do PS, sempre que alguém vai para o governo com o sentido de reformar as coisas, de as melhorar, de lhes dar eficácia mas também racionalidade, encarrega-se logo de passar para o país uma percepção completamente diferente do sentido das reformas, usando e abusando de uma verdadeira barragem de demagogia.

Tudo em nome da ideologia barata, da partidarite e das jogadas politicas sujas.

Depois, para que qualquer reforma seja de imediato atacada por estes demagogos de esquerda, basta que ela toque, ainda que ao de leve, nos privilégios adquiridos das corporações, neste caso, médicos e enfermeiros.

Pelo que eu ouvi da comissão de peritos que se encarregou do estudo que serviu de base a esta reforma do sns, ela parece-me correcta, faz todo o sentido, é urgente, e as populações vão ficar melhor servidas.

Vai contra algumas capelinhas instaladas, mas serve a população e o país no seu todo.

Se vão pela demagogia trauliteira de barafustarem porque um sap que funciona de noite com 2 enfermeiros e 1 médico para atender 1 pessoa, passa a funcionar só de dia, ou se se põem de braço no ar porque uma falsa urgência, que atende pessoas com dores de cabeça ou de estomago, é encerrada e substituida por uma unidade de assistência familiar e para dar origem a uma verdadeira urgência, devidamente equipada para isso, então tenho de dizer que estamos perante demagogos.

Se o governo é governo a sério e acredita nas reformas que quer implementar, então que prossiga com a reforma do sns, com a nova ministra, mesmo contra ventos e marés !

Nuno disse...

O arnaut desancou e em grande as medidas de correia de campos. não é por virem para aqui dizer o contrário que isso passa a ser verdade.

Pedro Sales disse...

Lino José,

O Arnaut assinou uma petição que critica a política do Governo e defende um SNS universal e gratuito, fazendo mesmo declarações ao Expresso bastante critícas sobre a política de Correia de Campos.

Nuno disse...

além do mais, mesmo que se admita que a reforma é boa e que as populações ficarão melhor servidas, o que acho que é mentira, não se tiram urgências e maternidades sem dar nada em troca.
porque quem ficar gravemente doente entretanto vai morrer pelo caminho. o bebé da anadia podia não ter salvação, mas se fosse uma situação ligeiramente menos grave também teria morrido. Viva a saída do CC

Lino José disse...

pedro sales e nuno, ouvi o Arnaut há meia dúzia de horas, na rádio, afirmar o que eu disse atrás : que a reforma do sns do ministro correia de campos, era necessária , imprescindível mas que pecava pela sua má percepção junto do país.

Quanto ao sns universal e gratuito eu só pergunto se consideram que tal é mesmo possível, à luz da realidade dos custos.

Não basta que um SNS Universal e Gratuito faça parte das cartilhas da esquerda, ou mesmo da Constituição. Nomeadamente se nem uma nem outra referem como há-de ele ser pago, nessa conformidade, e por quem.

Não existe nada universalmente gratuito, como certamente deverão saber.

Ou será que estarão a pensar em cargas fiscais na casa dos 70%-80% dos rendimentos dos portugueses ?

Lino José disse...

Nuno, o que eu ouvi a alguns peritos que elaboraram o estudo que está por detrás desta reforma foi que nenhum português estaria a mais de "X" tempo (que eu agora não sei quantificar porque não me lembro) de uma urgência.

Afirmaram também que seria criada uma rede de unidades de cuidados básicos que cobriria o país, e em que todos os portugueses teriam um médico de familia que os acompanhasse.

Afirmaram também que seria criada uma rede de cuidados continuados, para os doentes crónicos e para os mais idosos.

O estudo foi feito com base em parâmetros técnicos, objectivos, com vista a melhor cobrir o país em termos de necessidades de saúde e de forma racional, em termos de custos.

Quere-me parecer que é totalmente impossível ter uma verdadeira urgência em cada terra, ao pé de cada cidadão porque, mesmo que houvesse dinheiro para isso, não existiram os meios humanos e tecnicos suficientes. Claro está que os custos seriam astronómicos e a sua eficácia nula.

Ter simulacros de urgências que só servem para atender os casos corriqueiros, que nem sequer urgências são, mas que são totalmente incapazes de atender as verdadeiras urgências, aquelas em que existe real perigo para a vida do doente, reeencaminhando-o para as urgências centrais, é um absurdo.

Esta reforma faz todo o sentido.

cadeiradopoder disse...

Correia de Campos é apenas a cara à frente da política idealizada por José Sócrates. Remodelar o Ministro é apenas uma diversão, dando a entender que ele foi o culpado de medidas impopulares, quando sabemos que apenas foi um mero núncio. O responsável ainda está lá.

Zé Miguel disse...

Bom, a mim parece-me que um Serviço Nacional de Saúde Universal e Gratuito é um bem essencial para qualquer sociedade! Vejam ao ponto a que chegou os Estados Unidos nesse aspecto, total liberalização dos cuidados de saúde para completo prejuizo dos mais necessitados (milhões de americanos não têm seguros de saúde). Qualquer governo tem de tomar decisões, e no campo da saúde, a reforma das urgências parece-me muito interessante e necessária! No entanto, a reforma não se limitava a encerramentos, mas também a requalificação de alguns serviços e em certas zonas do país ao incremento dos existente, e não foi isso que o Correia de Campos fez! Limitou-se a fechar serviços com uma visão puramente de contenção de custos. Por outro lado, via-se que a reforma não estava a ser levada a cabo de forma organizada e sustentável, muito pelo contrário todos os dias surgiam notícias nada abonatórias para o senhor ministro!!

Para mim o Sócrates não tinha outra opção senão demitir o ministro, mas tb n tenho ilusões de que a política não é do Correia de Campos mas sim do governo....

Por fim, quero reforçar um aspecto: uma coisa é a reforma (necessária, importante, urgente) outra era a forma como estava a ser implementada e como estava a ser manipulada somente para a redução de custos do ministério da saúde.

Lino José disse...

Deixemo-nos de demagogias baratas !

Não existe tal coisa como um "Serviço Nacional de Saúde Universal e Gratuito", pelo simples motivo que tudo tem de ser pago.

Um Serviço Nacional de Saúde é um sistema organizado para prestar cuidados de saúde à população de um país.

Para isso, precisa de técnicos altamente qualificados. Precisa de equipamentos, de preferência tecnológicamente actualizados; precisa de medicamentos, de preferência os de ultima geração.

A maioria desses items correspondem a bens importados, que têm de ser pagos, e cujos custos tendem tendencialmente a subir, uma vez que largos montantes são aplicados no seu desenvolvimento.

É o país que tem de pagar um sistema desse tipo, ou seja a população.

Se o faz através do pagamento por acto médico, do tipo utilizador-pagador, ou se o faz por via dos impostos, um sistema desses tem de ser pago, porque senão, os fornecedores cortam o fornecimentos e o sistema colapsa e deixa de existir "Sistema Nacional de Saúde" !

Colocar na Constituição um artigo em que se diz que tem de haver um "Sistema Nacional de Saúde Universal e Gratuito" , ou um "Sistema Educativo Universal e Gratuito", ou "Seja o que fôr Universal e Gratuito", é Demagogia ! A Constituição fica muito bonita, aquilo a que os demagogos profissionais intitulam de "Constituição de Abril", mas que não tem aplicabilidade prática.

Só existem duas maneiras de pagar o Sistema Nacional de Saúde : ou por via de taxas de cada vez que um cidadão vai ao médico, ao hospital ou ao centro de saúde, e/ou por via dos impostos !

O que é inadmissível é que hajam Louçãs e Jerónimos, demagogos, a mentirem às pessoas, a fazerem crer que as coisas não se pagam, e que podem ter acesso a serviços de saúde do 1º mundo sem pagar um chavo. E que usam a sua verborreia demagógica para impedir que haja toda e qualquer tipo de reforma que torne o sistema sustentável e racional.

Anónimo disse...

O comentador anterior (Lino José,que não conheço) aplica a este problema racionalidade e bom senso, que parecem valores cada vez mais afastados das discussões politicas. A influência perniciosa dos tabloides televisivos e jornalisticos,assinalada noutros posts,tambem é outro elemento a ponderar. Não se pode coarctar a liberdade da imprensa, mas poder-se-ia investigar como e porquê decorrem certas campanhas aparentemente estruturadas visando manipular (e quase sempre com sucesso) a chamada "opinião pública". O caso Correia de Campos não é o primeiro, e não será o último. Talvez a corrupção mediática seja tão corrosiva para a democracia como a corrupção politico-económica, única a suscitar as indignações dos bastonários,editorialistas,procuradores,e outras vestais do regime.

Pedro Sales disse...

Lino José,

Quem é que disse que o SNS não deve ser pago através dos impostos? é isso mesmo que quer dizer o "gratuito". Diz que isso atiraria a carga fiscal para os 70 ou 80%. Vamos lá a ver se nos entendemos. As propinas e as taxas moderadoras, embora representem um encargo significativa na bolsa de muitas famílias, não chegam a representar 100 milhões de euros no OE. Se reparar que, só em despesas de consultoria, o Governo vai gastar este ano 380 milhões de euros, na sua maioria uma duplicação de gastos, atendendo às centenas de assessores em ministérios, institutos públicos, secretarias de Estado e direcções gerais e regionais, estamos falados.

Fala-se muito sobre os custos dos serviços sociais, mistificando os seus números e apresentando-o sempre à beira da falência, mas convém chamar a atenção para que as nossas despesas de saúde estão a par com a dos outros países da OCDE em termos percentuais no PIB.

É certo que as despesas de saúde têm a tendência para subir, mas há várias formas de a racionalizar. Uma delas (a principal?) começa pela política do medicamento. A generalização dos genéricos é um primeiro passo, a unidose seria outro. Já aqui se falou no controlo de assiduidade dos médicos, que é importante, mas tem que se avançar é com modelos de contratação que tormem a exclusividade a norma e não a excepção. Há formas de racionalização financeira bem mais eficazes do que desertificar o interior do país.

Nuno disse...

Gostava de chamar a atenção para o facto de estarem aqui 2 Nunos e com posições opostas face a esta questão!

Eu estou praticamente em total acordo com os comentários do Lino José! Apenas acho que os demagogos tb se situam à direita do PS (chamam-se por ex Menezes, Portas, Feyo, Mendes Bota) não só à esquerda! Faz parte do género humano!

É falso q os critérios das reformas sejam puramente ecomomicistas. Quem o afirma ou é ignorante ou está de má fé! É óbvio que esses critérios TAMBÉM estão presentes pois há muito desperdício, há serviços desadequados face às populações q devem servir, há médicos e funcionários q não cumprem horários, etc. Os critérios economicistas estão presentes em todas as decisões das nossas vidas, esta situação não é excepção.
Não, estes critérios não perigam a existência do SNS, antes pelo contrário, permite q preste um melhor serviço aos utentes.

O outro Nuno está a entrar pela demagogia que eu vi nos media e achei vergonhosa! Só desinformam! Usam parte da informação e esquecem o que não lhes interessa! Esquece-se que as urgências q fecharam não eram verdadeiras urgências. Eram SAP q tinham como recursos, salvo erro, 1 médico e 2 enfermeiros q muitas vezes atendiam uma pessoa com dor de cabeça, pq se fosse algo sério tinham de os encaminhar para uma urgência a sério!
Estes recursos q passavam as noites a dormir nos SAPs e a ganhar do belo, fazem falta noutros lados, durante o dia a dar consultas como médicos de família por ex (claro q irão ganhar menos e muitos não querem!). Utilizam-se recursos excessivos nas urgências qd esses recursos têm maior utilidade noutros sítios! Além do mais as pessoas usam abusivamente das urgências, prejudicando quem delas efectivamente precisa!

Esquecem-se tb que há 2 anos não havia CODU, as pessoas iam de táxi ou nos seus carros particulares! Na Anadia esquecem-se q a ambulância estava mais bem preparada q o hospital e q a urgência a sério não é naquele hospital!

Qto às maternidades idem aspas! Não tinham condições! Só atingimos os níveis de mortalidade infantil dos melhores do mundo (Obrigado Leonor Beleza) pq se concentraram os serviços e lembrem-se dos coros de protestos! Querem o quê? Uma maternidade em cada vila?
E por incrível q pareça em 2007 nasceram menos crianças em ambulâncias q nos anos anteriores! Quem ouve os media acha q em 2007 foi um recorde de nascimentos em ambulâncias!

Qto às sugestões do Pedro Sales parecem-me boas (e não serão tb economicistas?).
Pq é q a OM e outras corporações esfregaram as mãos com a saída de CC? Ele estava a mexer nos proveitos dos médicos, das farmácias, da indústria de medicamentos, em resumo no status quo!
O interior está desertificado e as políticas de saúde não são a sua causa antes o efeito dessa desertificação. Não é por se construir um hospital no local A que as pessoas vão para lá! Primeiro têm de ir as pessoas e dps é que, se houver necessidade, se constrói um hospital.
É uma opinião!

JD disse...

Quanto a Sócrates ter cedido "à oposição parlamentar e à ala esquerda do PS, personificada em Manuel Alegre" talvez seja uma leitura precipitada. afinal a senhora já veio desdizer o que afirmou há semanas e passou a apoiante da política de Sócrates para a saúde. Significa isto que o "engenheiro" mais uma vez demonstrou ser um animal feroz e encostou Alegre às cordas convertendo uma distinta apoiante do poeta numa neo-socrática.

A. Castanho disse...

Concordo, friamente, com este Nuno e, por acréscimo, com Lino José (que igualmente desconheço e com quem, aliás, até costumo estar em desacordo).


Acho mesmo que nada mais tenho a acrescentar. A não ser que partilho da tristeza do Pedro Sales pelas consequências objectivamente negativas, para as pessoas afectadas, desta inevitável reforma.


Mas eu, que sou funcionário público, há nove anos que vejo o meu poder de compra a decrescer. E não me queixo disso, compreedo que o momento é de apertar o cinto.


E também estou muito mal servido de cuidados de saúde, mesmo morando em Lisboa: se tiver um acidente na Segunda Circular em hora de ponta, dificilmente serei atendido mais prontamente do que um habitante da Anadia que vá de urgência para Coimbra, ou um de Alijó que tenha de ir de ambulância para Vila Real...

Anónimo disse...

ha coisas que nao entendo, uma delas é a fé inabalavel que algumas pessoas de lisboa tem nos "peritos" e nos "estudos conclusivos" e "cientificamente provados", se andassem mais no interior do que apenas nas ferias de verao para ver os rusticos portugueses compreendiam que quem tem de ter voz primordial nesta questao sao as pessoas que vivem nas proprias terras. Depois queixam-se de "incompreensão", como se a benevolencia das reformas de estado nao fosse compreendida pelos indigenas, que visao tao arrogante e centralizadora dá asco.
A segunda questao é a da incomportabilidade financeira. Desculpem-se se estou errado mas nao é a saúde um pilar essencial do serviço que o estado deve prestar as populaçoes? Maior do que rotundas, chafarizes, estadios de futebol, autoestradas, tgvs, aeroportos de raiz, cimeiras africanas, computadores para toda a gente, novas oportunidades, bolas de berlinde na praia... afinal trata-se de dinheiro ou de prioridades?. quantas urgencias a funcionar e por quantos anos equivalem um estadio de futebol novinho em folha?

Anónimo disse...

Welcome to our company which sells all kinds of dofus kamas, very cheap kamas, and the more cheap kamas. If you have to buy dofus kamas, please come to our company, we can give you the best dofus gold and best service.

Anónimo disse...

I know the game from my friends and first my friends give me a lot fiesta Gold and after that i go to earn the fiesta money alone, i find that the fiesta online gold is very interesting and then i like to buy fiesta Gold alone very much. Sometimes i will give some fiesta online money to my friends too.So i think if you join us to play the game you will like the game too.

Anónimo disse...

When you have Tibia Gold, you will become strong. With Tibia coins, you can upgrade and admire by others. You can use Tibia money to start the journey of the world. So, do not hesitate, let us move to buy tibia gp, and then you can get a lot of Tibia Platinum.

Anónimo disse...

I am so happy to get some Perfect World Gold and the Perfect World Silver is given by my close friend who tells me that the Perfect World money is the basis to enter into the game.
Therefore, I should Buy Perfect World Gold with the spare money.
I gain some pw Gold from other players.
Then I share the cheap Perfect World Gold with my friends.

Anónimo disse...

I always heard something from my neighbor that he sometimes goes to the internet bar to play the game which will use him some Atlantica online Gold,he usually can win a lot of Atlantica Gold

,then he let his friends all have some cheap Atlantica online Gold,his friends thank him very much for introducing them the Atlantica online money,they usually buy Atlantica online Gold together.

Anónimo disse...

Once I played Anarchy, I did not know how to get strong, someone told me that you must have Archlord gold. He gave me some Archlord money, he said that I could buy Archlord gold, but I did not have money, then I played it all my spare time. From then on, I got some archlord online Gold, if I did not continue to play it, I can sell cheap Archlord gold to anyone who want.

Anónimo disse...

看房子,買房子,建商自售,自售,台北新成屋,台北豪宅,新成屋,豪宅,美髮儀器,美髮,儀器,髮型,EMBA,MBA,學位,EMBA,專業認證,認證課程,博士學位,DBA,PHD,在職進修,碩士學位,推廣教育,DBA,進修課程,碩士學位,網路廣告,關鍵字廣告,關鍵字,廣告,課程介紹,學分班,文憑,牛樟芝,段木,牛樟菇,日式料理, 台北居酒屋,燒肉,結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,台北住宿,國內訂房,台北HOTEL,台北婚宴,飯店優惠,台北結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,住宿,訂房,HOTEL,飯店,造型系列,學位,牛樟芝,腦磷脂,磷脂絲胺酸,SEO,婚宴,捷運,學區,美髮,儀器,髮型,牛樟芝,腦磷脂,磷脂絲胺酸,看房子,買房子,建商自售,自售,房子,捷運,學區,台北新成屋,台北豪宅,新成屋,豪宅,學位,碩士學位,進修,在職進修, 課程,教育,學位,證照,mba,文憑,學分班,網路廣告,關鍵字廣告,關鍵字,SEO,关键词,网络广告,关键词广告,SEO,关键词,网络广告,关键词广告,SEO,台北住宿,國內訂房,台北HOTEL,台北婚宴,飯店優惠,住宿,訂房,HOTEL,飯店,婚宴,台北住宿,國內訂房,台北HOTEL,台北婚宴,飯店優惠,住宿,訂房,HOTEL,飯店,婚宴,台北住宿,國內訂房,台北HOTEL,台北婚宴,飯店優惠,住宿,訂房,HOTEL,飯店,婚宴,結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,台北結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,台北結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,台北結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,居酒屋,燒烤,美髮,儀器,髮型,美髮,儀器,髮型,美髮,儀器,髮型,美髮,儀器,髮型,小套房,小套房,進修,在職進修,留學,證照,MBA,EMBA,留學,MBA,EMBA,留學,進修,在職進修,牛樟芝,段木,牛樟菇,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,住宿,民宿,飯店,旅遊,美容,美髮,整形,造型,設計,室內設計,裝潢,房地產,進修,在職進修,MBA,EMBA,關鍵字排名,網路行銷,关键词排名,网络营销,網路行銷,關鍵字排名,关键词排名,网络营销,羅志祥,周杰倫,五月天,蔡依林,林志玲,羅志祥,周杰倫,五月天,蔡依林,林志玲,PMP,在職專班,研究所在職專班,碩士在職專班,PMP,證照,在職專班,研究所在職專班,碩士在職專班,網頁設計,網站設計,網頁設計,網站設計,网页设计,网站设计,网站设计,网页设计

Anónimo disse...

福~
「朵
語‧,最一件事,就。好,你西.............................................................................................................
..................

disse...

提供google排名产品,包括google排名服务,众多的google排名信息、google排名咨询,尽在google排名网。
角钢货架,万能角钢货架,南京货架
轻型货架,北京货架,托盘包装
中型货架,中量型货架,置物柜
重型货架,重型仓储货架,上海货架
托盘货架,上海货架厂,小推车
横梁货架,横梁式货架,塑胶托盘
阁楼货架,阁楼式货架,货位式货架
密集架,深圳货架厂,推车
悬臂货架,悬臂式货架,广州货架厂
贯通货架,贯通式货架,卡板
通廊式货架,深圳货架,苏州货架
驶入式货架,广州货架,浙江货架
流利条,天津货架,沈阳货架
江苏货架,无锡货架,天津木托盘
杭州货架,宁波货架,熏蒸木托盘
济南货架,青岛货架,蜂窝纸托盘
重庆货架,广东货架,食品托盘
货架公司,成都货架,塑料卡板
货架厂,货架设计,货架设备
仓储货架,货架厂家,货架网
移动货架,移动式货架,货架制造
货架加工,货架配件,生产货架
服装货架,货架制作,销售货架
货架价格,货架图片,展示货架
仓库货架,库房货架,精品货架
图书货架,音像货架,百变货架
物流货架,商场货架,线棒货架
东莞货架,设备货架,不锈钢货架
抽屉式货架,重力式货架,立体货架
模具架,钢平台,档案密集架
超市货架,收银台,超市设备
线棒,仓储物流设备,园林垃圾桶
塑料垃圾桶,上海物流设备,药品柜
分类垃圾桶,物流设备有限公司,陪护椅
垃圾桶,物流设备公司,医用消毒柜

Apa Saja Dah disse...

Find and download that you need at Rapidshare Search Engine.
Top Site List Free Proxy Site Free Download mp3 Michael Jackson song All Michael Jackson Lirics Oes Tsetnoc Mengembalikan Jati Diri Bangsa Download Mp3 Gratis

Adi disse...

Oes Tsetnoc one of the ways in which we can learn seo besides Mengembalikan Jati Diri Bangsa. By participating in the Oes Tsetnoc or Mengembalikan Jati Diri Bangsa we can improve our seo skills. To find more information about Oest Tsetnoc please visit my Oes Tsetnoc pages. And to find more information about Mengembalikan Jati Diri Bangsa please visit my Mengembalikan Jati Diri Bangsa pages. Thank you So much.
Oes Tsetnoc | Semangat Mengembalikan Jati Diri Bangsa

贝贝 disse...

The Tax Return Crack-Up<3>
Granted, there are usuallyMicrosoft Office 2010write-ups when presidential contenders make their tax returns available, but the coverage falls far short of the Office 2010
full court press (pardon the pun) that the Clintons have received. What's Microsoft Office 2007different now?Office 2007One possibility is that most upper middle class Democrats, and therefore most Microsoft OfficeOffice 2007 keyeditors and reporters of our nation's big papers as well as Office 2007 downloadtelevision producers, are Obama supporters who think that Hillary should hurry up Office 2007 Professionaland drop out of the race already.Microsoft outlook
Microsoft outlook 2010Whom elite liberals are pulling for really does shape political coverage in ways