29 Janeiro, 2008

Uma pergunta inconveniente

Toda a gente fala nas corajosas reformas de Correia de Campos. Sinceramente, sem ser o encerramento dos Serviços de Atendimento Permanente, alguém me consegue dizer de que reformas estamos a falar?

26 comments:

Agnès disse...

Não podemos esquecer o encerramento de serviços de urgência e maternidades. Não limitemos o trabalho do senhor aos centros de saúde!

Anónimo disse...

E os contratos de trabalho precários, do pessoal a prestar serviço no SNS, não?

Anónimo disse...

Se calhar estamos a falar das reformas deles.

José Luiz Sarmento disse...

Corajosas reformas, corajosas reformas... deixa ver, diz que sim, que houve algumas corajosas reformas...

Deixa ver: que diabo, hei-de lembrar-me de alguma! Se toda gente o diz...

Vamos lá ver, corajosas reformas... Só se for... Não, essa não, que disparate! Ou talvez...

Vá lá, ajudem-me, há-de haver alguma corajosa reforma que o homem tenha feito. Perguntem aos jornalistas: aos do Público, por exemplo. Parece que esses é que sabem quais foram essas corajosas reformas. Até as apoiaram e tudo - o José Manuel Fernandes até escreveu umas coisas, não escreveu?

Eu é que não me lembro. Ai, esta minha memória... Mas lá que foram corajosas, lá isso devem ter sido, não há dúvida nenhuma.

Anónimo disse...

eu gosto muito do teu rigor pá, cada cavadela cada minhoca. sabes-me dizer o nome de um, apenas um, centro de saúde que correia de campos tenha encerrado ?
pode-se criticar o homem e a política, mas ao menos que se critique com verdade

Anónimo disse...

Real, desculpa

Pedro Sales disse...

Real,

tens razão, são as urgências nos SAP´S, centros de saúde e em alguns hospitais. vou alterar.

Mas, já que pedes nomes, posso-te dar todos os das 23 que a Comissão Técnica das Urgências, nomeada por Correia de Campos, recomendou que fossem abertos e continuam à espera de um melhor momento:

Monção; POnte de Lima; Montalegre; Mogadouro; Arouca; Cinfães; Arganil; Moimenta da Beira; São Pedro do Sul, Vila Nova de Foz Côa; Sertã; Idanha-a-Nova; Coruche; Alcácer do Sal; Estremoz; MOntemor-o-Novo; Ponte de Sõr; Castro Verde; Moura, Serpa; Albufeira; Loulé; V.R. Santo António

Foi aberta 1, em Odemira. É um bom balanço

Anónimo disse...

Fica-te bem, mas nem assim foste rigoroso. É que não encerraram SAP, esses continuam a funcionar normalmente. O que encerrou foram SAPs da meia-noite às oito da manhã onde, em mais de 90% dos casos, a média anual de atendimento era de menos de um utente por noite, sendo certo ainda que os dois médicos e os dois enfermeiros de serviço nessas noites no dia seguinte deixavam de atender 40 ou mais utentes do seu próprio ficheiro. Naturalmente, desde que tenha muito ruido, preferes o desperdício.

Real

Pedro Sales disse...

Real,

Dizes que não fechou nenhum Sap, só a urgência à noite. Olha que não, olha que não.

Assim de repente, e há mais, aqui ficam dois: Vouzela e São Pedro do Sul

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1317788

Pedro Sales disse...

Real,

Mas há mais, há mais: Mealhada, Vagos ,Oliveira do Bairro, Murça, VIla Pouca de Aguiar e Alijó.

Mistificação é dizer que só estão a ser encerradas urgências nos SAPs à noite. É bonito mas não convence.

Anónimo disse...

Pedro, não estás num comício do BE na Arrentela, poupa-me à repetição de inverdades, como se o objectivo fosse, aqui, ganhar pontos. Se venho aqui discutir contigo é pq me interessa pouco a retórica dos sound bites partidários (esses eu conheço bem) mas aprecio a lisura da discussão. usas a palavra urgência com leviandade, falas de encerramentos de sap que não existiram e outras coisas mais. se não tens argumentos com arcaboiço para discutir com os meus é uma coisa, larachas é outra. ainda se se tratassem de resposta com humor ainda vá que não vá. mas há certos gajos que depois do engajamento partidário até a piada perdem. pena.

real

António Carlos disse...

Assim de repente, e para além das já citadas reorganizações da rede de maternidades e serviços de urgência, lembro-me de mais alguma coisa:
- controlo de assiduidade dos médicos?
- alterações na propriedade das farmácias?
- unidades de saúde familiares?
- passagem dos "hospitais a EPE" (será esta aterminologia correcta)?
- eliminação de sub-regiões de saúde (níveis intermédios de burocracia)?
- controlo orçamental das despesas com medicamentos?

Algumas destas medidas podem ser discutíveis (em política todas as opções o são). Mas que o ministro estava a "mexer" sector isso estava. Claro que podemos sempre clamar por um plano exaustivo, compreensivo, articulado, discutido e explicado até à exaustão, mas isso levado ao extremo parece-me mais uma forma de não fazer nada. Também não percebo os que criticam o ministro por não explicar o que pretendia fazer. Nunca vi tanta entrevista, tanto "prós e contra", tanta discussão sobre o SNS como agora (mais um mérito do ministro?).
Aliás, parece-me que aqueles que criticaram o consulado "dialogante" (e inoperante) de Guterres são agora os mesmos que criticam a acção.

Pedro Sales disse...

Real,

Não são inverdades e até deixei o link das notícias. Quanto ao resto, começam a ser um bocado abusivas as tuas sistemáticas referências ao BE sendo conhecidas as tuas ligações ao PS.

António Carlos,

1. As alterações na propriedade das farmácias não são bem uma reforma e, bem vistas as coisas, nem conseguiram atingir o seu propósito, pois os preços dos medicamentos não baixaram, antes são mais caros nas para-farmácias.

2. O controlo de assiduidade dos médicos, que se saúda, de nada serve se não se tocar no ponto central. Valorizar a exclusividade, tornando-a a norma e não a excepcão.

3. Passagem dos hospitais a EPE, não se percebe bem o que conseguiu. Pelo menos a nível orçamental, que era o propósito, parece estar tudo muito parecido.

4. A política de medicamento é bastante ambígua. Diminuiram brutalmente o número de medicamentos comparticipados, mas evolui-se como nunca na difusão dos genéricos. Não se avançou na unidose, como devia, nem nas farmácias hospitalares públicas.

5. O governo prometeu mais de 200 unidades de saúde familiar até 2007, estamos com pouco mais de 100. Em todo o caso é das poucas medidas reformadoras, reconheço.

Bem vistas as coisas, e é esse o sentido do meu post, em Portugal fala-se de reformas com um ligeireza desarmante. altera-se uma lei, é uma reforma. Alteram-se duas, é uma revolução que nos vai pôr ao lado dos melhores dos melhores. Cuidado. Alterar o regime jurídico da farmácia, que era necessário, não faz disso uma reforma. É justo, mas não traz ganhos de eficiência para o Estado nem melhorias para os cidadãos.

aviador disse...

Não sejas cínico.

Sim, porque não me parece que sejas anjinho. Mais a mais discipulo ou condiscipulo do Daniel.

Os elogios vêem todos da direita...baixissima!

aviador disse...

Não sejas cínico.

Sim, porque não me parece que sejas anjinho. Mais a mais discipulo ou condiscipulo do Daniel.

Os elogios vêem todos da direita...baixissima!

Anónimo disse...

o Real não tem ligações a partido nenhum, é uma personagem, gosta de discutir com gente inteligente (como é o teu caso) e com argumentos minimamente aceitáveis para uma caixa de comentários. O Pedro tem ligações ao BE, essas sim, conhecidas. Tem que haver alguma vantagem na discussão entre um personagem e um protagonista conhecido. Gosto destas regras :)

António Carlos disse...

Caro Pedro Sales,
da sua análise ao meu comentário só tenho a dizer que afinal há muito mais a discutir sobre a acção do antigo ministro do que o que transparecia do seu post inicial. Quando ao facto de as acções do ministro, todas somadas serem ou não uma "reforma" só me ocorre dizer o seguinte: faziam já parte do programa do governo por isso não me parece que possam ser apelidadas de "repentinas" ou "reactivas". A restruturação da rede de urgências, mal ou bem implementada, resultou de um estudo técnico que até agora não vi ninguém contestar. Para mim o essencial é que não podemos estar continuamente a clamar por "grandes planos", "reformas profundas e abrangentes", que depois nunca se realizam porque "os estudos não estão completos", "não estão reunidas todas as condições", "não está esgotado o diálogo com todos os interessados/intervenientes no sistema/corporações", "não foram ainda explicadas à 'rua'", ...
Pelo menos acho que, para bem de actuações futuras de outros ministros, devemos louvar a acção que resulta de uma reflexão aceitável.

Anónimo disse...

Welcome to our company which sells all kinds of cabal online alz, very cheap cabal alz, and the more cheap cabal gold. If you have to buy cabal alz, please come to our company, we can give you the best cabal money and best service.

Anónimo disse...

I once have a lot of dofus kamas in the game and i will go to buy kamas to add my stock. I enjoy playing the game to get a lot of cheap kamas,so I like the game very much and i like to earn the dofus gold with my friends together. I want to join the group to buy dofus kamas and i can get a lot of equipment to arm myself. I like the game very much come on to join us!

Anónimo disse...

When you have Anarchy credits, you will become strong. With Anarchy Online credits, you can upgrade and admire by others. You can use Anarchy gold to start the journey of the world. So, do not hesitate, let us move to buy AO credits
, and then you can get a lot of Anarchy online gold.

Anónimo disse...

It is the Rose zuly which make me very happy these days,
my brother says rose zulie is his favorite games gold he likes,
he usually buy some rose online zuly to start his game most of the time he will win the rose online zulie back and give me some Arua ROSE zuly to play the game.

Anónimo disse...

It is the shadow of legend Gold which make me very happy these days, my brother says sol gold is his favorite games gold he likes

, he usually buy some buy shadow of legend Gold to start his game and most of the time he will win the cheap shadow of legend Gold back and give me some shadow of legend money to play the game.

Anónimo disse...

Once I played Anarchy, I did not know how to get strong, someone told me that you must have Anarchy credits. He gave me some Anarchy Online credits, he said that I could buy AO credits, but I did not have money, then I played it all my spare time. From then on, I got some Anarchy gold, if I did not continue to play it, I can sell Anarchy online gold to anyone who want.

Anónimo disse...

福~
「朵
語‧,最一件事,就。好,你西.............................................................................................................
..................

disse...

提供google排名产品,包括google排名服务,众多的google排名信息、google排名咨询,尽在google排名网。
角钢货架,万能角钢货架,南京货架
轻型货架,北京货架,托盘包装
中型货架,中量型货架,置物柜
重型货架,重型仓储货架,上海货架
托盘货架,上海货架厂,小推车
横梁货架,横梁式货架,塑胶托盘
阁楼货架,阁楼式货架,货位式货架
密集架,深圳货架厂,推车
悬臂货架,悬臂式货架,广州货架厂
贯通货架,贯通式货架,卡板
通廊式货架,深圳货架,苏州货架
驶入式货架,广州货架,浙江货架
流利条,天津货架,沈阳货架
江苏货架,无锡货架,天津木托盘
杭州货架,宁波货架,熏蒸木托盘
济南货架,青岛货架,蜂窝纸托盘
重庆货架,广东货架,食品托盘
货架公司,成都货架,塑料卡板
货架厂,货架设计,货架设备
仓储货架,货架厂家,货架网
移动货架,移动式货架,货架制造
货架加工,货架配件,生产货架
服装货架,货架制作,销售货架
货架价格,货架图片,展示货架
仓库货架,库房货架,精品货架
图书货架,音像货架,百变货架
物流货架,商场货架,线棒货架
东莞货架,设备货架,不锈钢货架
抽屉式货架,重力式货架,立体货架
模具架,钢平台,档案密集架
超市货架,收银台,超市设备
线棒,仓储物流设备,园林垃圾桶
塑料垃圾桶,上海物流设备,药品柜
分类垃圾桶,物流设备有限公司,陪护椅
垃圾桶,物流设备公司,医用消毒柜

贝贝 disse...

The Tax Return Crack-Up<3>
Granted, there are usuallyMicrosoft Office 2010write-ups when presidential contenders make their tax returns available, but the coverage falls far short of the Office 2010
full court press (pardon the pun) that the Clintons have received. What's Microsoft Office 2007different now?Office 2007One possibility is that most upper middle class Democrats, and therefore most Microsoft OfficeOffice 2007 keyeditors and reporters of our nation's big papers as well as Office 2007 downloadtelevision producers, are Obama supporters who think that Hillary should hurry up Office 2007 Professionaland drop out of the race already.Microsoft outlook
Microsoft outlook 2010Whom elite liberals are pulling for really does shape political coverage in ways